Bactéria no dente vai para o cérebro? Confira agora

bacteria-no-dente-vai-para-o-cerebro- veja agora

Bactéria no dente vai para o cérebro? Confira agora

por: Renan herculano & Adriana silva

Bactéria no dente vai para o cérebro?! Muitos brasileiros estão se fazendo essa pergunta, após acompanhar o caso de Renata Banhara. A modelo já passou por duas cirurgias para tentar reverter o problema, mas ainda se encontra internada em estado grave.

A bactérias da boca são mais perigosas do que você imagina. (Foto: Divulgação)

Infecção no cérebro por causa de um dente

Uma simples bactéria no dente vai para o cérebro e pode resultar numa grave infecção cerebral. Essa é a situação de Renata Banhara. Mas como isso acontece? Quais são os sintomas? Leia os tópicos a seguir e descubra.

Como a bactéria vai para o cérebro?

O dente é uma estrutura porosa, por isso a bactéria tem condições tem condições de ficar alojada por bastante tempo e se deslocar para outras partes do corpo. No caso de Renata Banhara, a bactéria chegou ao osso do rosto e, posteriormente, chegou ao cérebro.

A modelo fez um canal no dente há seis anos. O procedimento foi bem sucedido e não houve problemas inicialmente. Ela não teve febre e tampouco uma infecção.

Os ossos da cabeça são bem leves, por isso a bactéria do dente não teve problemas para ir para os ossos e contribuir com o desenvolvimento de uma sinusite, que criou novas bactérias. O pior que o problema se desenvolveu de forma silenciosa, sem secreções ou febre.

Sentir dor de cabeça constante é um sintoma. (Foto: Divulgação)

Renata só foi perceber que alguma coisa estava errada quando, nos últimos meses, começou a sofrer com episódios de fortes dores de cabeça. Ela procurou um médico e descobriu que os focos infecciosos se alastraram para o cérebro e formaram um abcesso (acúmulo de pus).

 

Como é feito o tratamento?

A formação de abcessos no cérebro em virtude de uma infecção é considerada um caso grave e requer internação imediatamente. Os médicos normalmente realizam procedimentos clínicos, ou seja, administram medicamentos antibióticos pelas veias. Também é comum a realização de cirurgias para drenar o pus.

O paciente, diagnosticado com infecção no cérebro, pode ter uma recuperação tranquila e sem sequelas. No entanto, também corre o risco de morrer, já que o sistema nervoso central foi afetado.

As bactérias da boca também pode chegar ao coração

As bactérias, que se manifestam na boca por causa de cárie, gengivite, periodontite e outros problemas bucais, podem desencadear problemas em outros órgãos do corpo. Esses micro-organismos podem se alojar, inclusive, no coração.

A bactéria da boca chega ao coração por meio da corrente sanguínea. Com isso, a pessoa sofre com uma endocardite bacteriana. As chances de morte existem, principalmente quando já existe um histórico de má-formação ou prótese cardíaca.

As bactérias bucais também são responsáveis por causar outras doenças, como pneumonia e artrite reumática.

Como prevenir?

Cuidado com a escolha do cirurgião dentista. (Foto: Divulgação)

Para prevenir que as bactérias da boca circulem pelo corpo, é muito importante escolher um bom cirurgião-dentista para realizar qualquer intervenção cirúrgica. Ele deve estar devidamente treinado para orientar sobre higiene bucal e avaliar os fatores de risco.

A infecção, causada por uma bactéria no dente que vai para o cérebro, é um diagnóstico que assusta. No entanto, já existem procedimentos para tratar o problema.

Veja também:

Este conteúdo foi útil a você?
😄🌱🍂 gostou das nossas dicas então compartilhe 👍😃📣 com seus amigos nas redes sociais e dixe seu comentário abaixo e fique por dentro dos novos artigos do nosso site para isso você pode se cadastrar no nosso site para receber novos artigos no seu e-mail. 📨🍎

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *